“É, realmente o tempo voa… Cadê as pessoas que conhecemos e disseram que nunca iam nos abandonar? Elas fizeram promessas, elas diziam me amar. E com o passar do tempo me esqueceram, foram embora e não me deram notícias. O que será que elas pensam de mim? Se é que pensam em mim… As pessoas não cansam de nos encher de palavras vazias, as pessoas cansam de gostar da gente um dia, e elas simplesmente vão embora, como se fosse fácil suportar essa suposta partida. Os meus sentimentos não se esvaem, não se enfraquecem, não se correm, quando eu gosto, eu gosto de verdade, eu pego afeto, eu pego amor. E tem gente que ainda me descarta como se isso fosse belo de apreciar. Eles não me conhecem, porque? Conviviam comigo, e ainda não conseguiram saber como eu sou sentimental? Eu gosto mesmo, gosto com toda a força, eu ajudo, eu quero tá junto, quero saber de tudo, quero poder dá a mão, o braço, o ombro, se for preciso, quero levantar de uma queda. Sabe, talvez eu ande solitária por esses motivos, talvez eu perca quem eu ame por excesso de atenção. Mas esse é o meu jeito de querer cultivar, de querer cuidar de alguém. Não me leve a mal, não me leve a bem, não me leve a lugar nenhum, não sou de implorar, mas pelo amor de Deus, só me leve contigo.”
— Me queira também. - Stéphanie R (via poesia-de-uma-alma)





"Professora pode repetir?" "não, você não prestou atenção." "vadia do caralho" " o que?" " não vou repetir você não prestou atenção"

maravilhanaervilha:

image


O errado é sempre o aluno, nunca o professor.

maravilhanaervilha: